terça-feira, 27 de abril de 2010

O Turismo Nosso de Cada Dia


Dia de ir pra o Aracati. Encontro no ônibus com uma família do Rio de Janeiro, 6 pessoas, 2 casais e 2 crianças. Perguntei se eles estavam indo pra Canoa Quebrada e disseram que sim. Marta, uma pessoa muito simpática me pediu dicas, se queixou que as informações que deram a eles no hotel foram vagas, além de ter tido uma decepção na noite anterior,  por falta de informação correta. Até então a viagem deles ainda não tinha acontecido, como diz Adriana Calcanhoto, em Esquadros: "o estar de cada coisa, filtrar seus graus..."
Como sempre faço,  dou informações aos turistas do que eu gosto de fazer. Acredito e defendo que o olhar do morador sempre revela melhor o lugar. E assim fiz!  Trocamos e-mails, e para minha grata surpresa ao enviar um perguntando como foi à viagem ela me respondeu:
"Adoramos em geral tudo foi muito bom. Fomos ao Chicão sim. Ele nos levou de buggy até o ponto de ônibus. Foi divertido o passeio pena que não deu pra dormirmos lá, deu até vontade. Fomos comer no colher de pau, baião de dois muito bom! Fomos ao museu e ao mercado.Fomos a cumbuco e passeamos de buggy, gostei muito e quero voltar. Obrigada pelas dicas foi ótimo!
Realmente deu pra perceber muita gente boa, como você e algumas outras que encontrei e me apaixonei! Existe porem muitos outros só interessados em ganhar o seu dinheiro a qualquer custo sem se importar com o turista, mas acho que dá pra entende né? Acho que tem muita gente desesperada com falta de emprego etc, como no nosso pais todo não eh?"
É isso aí, é o turismo nosso de cada dia! Mais uma vez tenho a certeza de que depende muito de nós, de cada um que mora no lugar, a satisfação ou não do turista. Um atendimento precário, pode atrapalhar completamente a viagem de uma pessoa. 
A foto é sobre a Ponte do Rio Jaguaribe, pôr do sol! Visual exclusivo do Aracati!

4 comentários:

solarislua disse...

Quem tem voce pra orientar, "tá com tudo e não tá prosa"! Qualquer lugar se torna paraíso.

Tony disse...

Concordo com vc minha linda. O que faz um destino turístico são as pessoas que vc encontra lá. Se só tem gente escrota, como em Salvador, não dá pra vc se divertir. Agora, se tem gente boa e disposta a lhe aconselhar, como em Aracaju, Ilhéus ou Ouro Preto, a viagem é INESQUECÍVEEEEEEEEEEEEEEEEEEEL!!!

marta disse...

Tudo é muito bom em Fortaleza, fui ao Museu Dragao do Mar, mas so consegui o museu de arte contemporanea MAC o resto estava fechado para visitacao naquele dia. Foi uma pena. O Jardim ecológico é muito bonito, com aquela casa de sucatas, muito bom,!
Poderia tambem ter (nao sei se ja tem), um passeio para visitacao das usinas eolicas, em Canoa Quebrada. So temos no ceara nao?
Acho que o caminho das energias seria uma alternativa economica viavel e muito bonita em ceara.
Terra Linda!!!!!!!Abençoada!!!!!!!

Jailson Ribeiro disse...

É doloroso saber que no meio tão lindo do turismo de suas belezas naturais,praias,patrimônias em fim. A pessoas que não se portam pelo bem estar das pessoas/turitas que visitam um estado,cidade a qual não reside.E sim talvez só sim importa muito só pelo mero salário(dinheiro),assim passando informações erradas que desejam a deseja. Mais uma coisa é certa, se o turista tem mal atendimento onde quer que seja, ela com certeza não volta. E quem perdi com isso são seres humanos,estados,cidades e o mundo turístico deixando ou causam vizões muitas vezes erradas ou precipitadas.

Temos que mudar a realidade que muitas vezes está aí " o Turismo de cada dia".