quarta-feira, 18 de novembro de 2009

TURISMÓLOGO POR AMOR

Vivemos num mundo altamente competitivo, onde o mercado de trabalho vive em constante mutação, o profissional do milênio não é mais aquele que se especializa em determinada área, e sim aquele que se propõe a saber um pouco de tudo, o comum “profissional bombril”. Quando resolvi me graduar em turismo não achei que fosse passar por uma realidade diferente.Para me qualificar uma boa profissional sabia que muitas etapas e desafios teria que ser vencidos, mas no meio de minha jornada encontrei um diferencial digamos bem incomum, pra não dizer mesmo desanimador. Esse diferencial me fez parar e refletir várias questões que cercam o profissional do turismo, cheguei a conclusão que não importa quanto o turismólogo se especialize, não importa quão poliglota ele seja, muito menos que o mesmo trabalhe de domingo a domingo, ele estará fadado a GANHAR MAL!É no mínimo inadmissível o que acontece com nossos profissionais no mercado de trabalho, chega a ser ridículo. Passamos quatro anos de nossas vidas estudando como em qualquer outra profissão, passamos mais dois, ou mais,nos especializando. Como pede qualquer curso superior, e não paramos por aí, já que paralelo a isso somos obrigados a dominar pelo menos dois idiomas, a diferença é que qualquer médico, advogado ou arquiteto que termine sua formação sabe que vai obter resultados financeiros compatíveis com suas respectivas especializações, o turismólogo não, até esperamos por isso mas ainda na faculdade nos deparamos com uma realidade totalmente diferente. A realidade é trabalharmos por salários quase mínimos, que não condizem com nossa realidade nem com nosso conhecimento, nesse momento muitos perdem o estímulo e por questões de sobrevivência, se sujeitam a tentar qualquer outra profissão, os poucos que ficam, que continuam lutando, que teima em continuar guerriando contra esse mercado predador podem e devem ser considerados verdadeiros heróis que trabalham dia após dia, qua não desistem por um único motivo, AMOR.Se você é TURIMÓLOGO, que ama o que faz e que não quer e nem pretende fazer outra coisa de sua vida, VENHA, junte-se a nós, ponha a boca no mundo e grite já por nossa regulamentação, GRITE MESMO, BEM ALTO E BEM FORTE, pois só mediante nossa regulamentação podemos obter um piso salárial digno e condições trabalhistas descentes.Chega dessa realidade absurda! REGULAMENTAÇÃO JÁ!!!
Pâmela Maia
Turismóloga

3 comentários:

Pâm Maia disse...

Tia Lica vc postou aqui também? e também não consertou as letrinhas engolidas não foi!!!!!
bjs

Jailson disse...

parabéns!! Pâmela pelas palavras ricas,que nos engradecem em saber, que cada um dia nós que hoje vivemos na área do Turismo,hoje vive feliz, peloque faz diante os desafios que nos acercam..Mas firmes e fortes chegaremos lá, com nossa e merecida REGULAMENTAÇÃO..

Jailson
Futuro Turismólogo

Anônimo disse...

Arrasouuuu!

Também sou turismóloga, e assino em baixo em baixo pra tudo!

Parabéns!


Sara Almeida