segunda-feira, 12 de julho de 2010

Eike Batista compra Hotel Glória

"O empresário Eike Batista concluiu, por R$ 80 milhões, a compra do Hotel Glória, um dos mais tradicionais do Rio de Janeiro, administrado pela família Tapajós desde a década de 1920. O executivo, que já atua nos setores de mineração, petróleo, gás, energia e logística, agora consolida sua entrada no ramo hoteleiro. O Glória deve passar por uma ampla reforma, que se estenderá por cerca de dois anos, período em que permanecerá fechado para hóspedes.
Queremos restaurar o charme dos anos 20 do hotel”, disse o novo proprietário. De acordo com Batista, em torno de 20% do edifício servirá como sede das empresas do grupo do empresário. “O restante vai ser um super-hotel”, disse. O empresário pretende abrir uma concorrência entre escritórios de arquitetura para escolher quem irá comandar a reforma do edifício. “Será um escritório carioca. Só para matar os paulistas de inveja”, brincou Batista.

Um dos mais cultuados hotéis do Rio, o Glória foi inaugurado em 1922, ano do centenário da Independência do Brasil, com a presença do presidente Epitácio Pessoa. A festa de inauguração durou três dias. O primeiro prédio de concreto armado do País foi idealizado pelo arquiteto francês Jean Gire, em estilo art nouveau. Desde essa época, o hotel sempre foi freqüentado por políticos - os presidentes Lula, Fernando Henrique Cardoso e Itamar Franco hospedaram-se ali em diversas ocasiões -, artistas e as mais diversas personalidades nacionais e estrangeiras, o que lhe conferiu glamour e sofisticação. A decoração é elegante, com mobiliário dos anos 20, tapetes persas e obras de arte. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo."

Fonte: http://portalexame.abril.com.br/ae/economia/m0154905.html

Na Coluna de @brunoastuto http://bit.ly/c97sFz: "

"O Hotel Glória, que passará a se chamar Glória Palace quando for reinaugurado no final de 2011, além de manter sua suíte presidencial e o heliponto, vai contar com mais três suítes top, com direito a piscina privativa. Os banheiros serão moderníssimos, com pias duplas e banheiras.

No final deste ano, Eike Batista vai abrir a concorrência — que promete ser disputadíssima — para escolher quem vai decorar o hotel. Outra disputa deve ser pela administração do spa, que também será aberto a não-hóspedes. Diversos grupos demonstraram interesse, entre os quais as redes que cuidam dos centros de bem estar do Fasano e do Copa. Já a ideia de criar no Glória uma filial do Mr. Lam foi abortada. Sabendo disso, vários donos de restaurantes da cidade também se manifestaram, querendo arrendar o ponto.

O investimento na reforma do edifício, que manterá o projeto original do arquiteto Joseph Gire, de 1922, custará R$ 200 milhões ao grupo EBX. O escritório HMA Arquitetura e Planejamento cuida das fachadas."

Um comentário:

Malu disse...

heliponto ele não vai manter mesmo!
os moradores já estão se organizando para barrar este absurdo: além de inúmeras irregularidades denunciadas pelo MP,é um perigo para a segurança do entorno (e para o próprio hotel!).
Estatisticamente todo acidente em heliponto elevado é catastrófico.