sábado, 11 de setembro de 2010

Uma homenagem silenciosa

É tão bonito a gente perceber em uma pessoa que ela sabe realizar. Falo da realização sem alardes. Sem propaganda. Pode até existir, mas percebemos sem precisar nenhum chamamento. Está na pessoa. Vem de dentro. No falar. Nas atitudes. Melhor ainda é quando vemos isso na política. Hoje tão desacreditada! Existem exceções. E são elas que fazem a gente acreditar. Que acende aquela luz que já estava se apagando. As realizações não são restritas, elas atingem a coletividade. São como pegadas na areia o tempo apaga mas o caminho já foi percorrido. Faço aqui uma homenagem silenciosa. Como diz Caetano Veloso:

"De modo que o meu espírito

Ganhe um brilho definido

Tempo tempo tempo tempo

E eu espalhe benefícios

Tempo tempo tempo tempo..."

O tempo, nada mais além dele é que se incumbe de registrar e revelar o óbvio.

4 comentários:

Solange disse...

normalmente são desses silêncios que surgem os feitos, as coisas reais... e pessoas especiais normalmente não precisam de alarde...

concordo, viu ?

beijo enorme amiga querida...

Vicente disse...

Uma homenagem assim fala alto:ACM!

Caminhos do Turismo pelo Turismólogo disse...

Não, apesar das palavras caírem como uma luva, não são para ACM. Mas, tenha certeza que o destinatário é merecedor.

Jailson Ribeiro disse...

A homenagem de fato é silenciosa e linda. Pelas palavras expressas o merecedor deve merecer mesmo,para tanto. Parabéns!