quarta-feira, 30 de junho de 2010

“Quem não se comunica, se trumbica!” Chacrinha (AbelardoBarbosa) em: http://www.nordesturismo.com.br/

A importância da Sinalização Turística em: http://bit.ly/bGG7er

Escultura de Modigliani é leiloada por valor recorde em Paris


A obra "Tête" de Amedeo Modigliani (1884-1920), uma das poucas esculturas que fez durante sua carreira, foi leiloada nesta segunda-feira em Paris pela casa Christie's pelo valor recorde de 43,185 milhões de euros (US$ 56,6 milhões).

O preço, pago por um colecionador anônimo que fez a oferta por telefone, supera os US$ 31,36 milhões do último recorde para uma obra do artista.

A escultura, cujo preço de saída era entre 4 e 6 milhões de euros (entre US$ 4,9 e US$ 7,3 milhões), retrata a figura oval, os olhos em forma de amêndoa, lábios finos e pequenos, e pescoço alongado, características dos retratos do célebre pintor, que morreu em Paris sem conhecer o sucesso.

A peça, de 65 centímetros de altura, foi produzida entre 1910 e 1912 pelo artista nascido em Livorno, na Toscana italiana.

"Tête" é uma raridade, já que o artista - que se destacou mais com seus quadros pintados do que com o trabalho de escultor - só fez 27 esculturas.

A diretora do departamento de arte impressionista e moderna da Christie's, Anika Guntrum, explicou que "Tête" é "incrivelmente rara", porque é uma das três únicas esculturas do artista que foram colocadas à venda, o restante está em museus.

A peça leiloada era a "joia" principal de um lote de obras que pertencia ao empresário e fundador da rede de supermercados francesa Monoprix, Gaston Levy (1893-1977), que adorava colecionar obras de arte. Levy adquiriu a "Tête" de Modigliani em 1927, em Paris.

Fonte: Agência EFE


terça-feira, 29 de junho de 2010

Confira os Encantos do Nordeste

www.nordesturismo.com.br - Confira!

A CASA DE RETIRO, NÃO!


Existe no coração de Salvador, na rua Waldemar Falcão, em Brotas, ao lado do Candeal, um oásis de calma e sossego,um monumento aberto ao silêncio e à paz, uma fonte concreta daquilo que chamamos “qualidade de vida”.Inúmeras pessoas que para lá se dirigem, a fim de passar algumas horas, uma tarde, ou mesmo dias sabem que aquele santuário vivo é um dos grandes bens espirituais e humanos que ainda restam de uma cidade estressada, corrompida, deformada, apartada, aviltada pela velocidade e o lucro.

Essa cidade já se esqueceu de que foi criada para as pessoas e não o contrário.Continua, assim, ameaçando a vida com seus automóveis, sua poluição, seu abismo social e, sobretudo, com a ganância insaciável dos que se julgam seus donos.

Pois são esses “pretensos donos da cidade” que agora afiam suas garras e dirigem seu instinto predador para a Casa de Retiro de São Francisco. Como uma fera voraz capaz de rasgar as entranhas e comer os próprios filhos, essa gente insana trama a destruição de um dos últimos refúgios que resistem em uma metrópole terminal.

A Casa de Retiro é o resultado de uma “articulação do bem” que contou com doações de famílias baianas de boa vontade e do empreendedorismo humanista do Dr. Norberto Odebrecht, que a construiu.Tudo isso sob a liderança da fé do frei Hildebrando Krutaup como uma dádiva à plenitude espiritual ,e também como um centro de assistência médica, odontológica e psicológica a tantos que necessitam.Seus magníficos jardins, a capela de Lourdes a céu aberto sob a copa de uma frondosa mangueira , seus corredores e pátios de convidativo silêncio, o abraço materno e aconchegante das freiras que lá vivem falam-nos de um mundo de reflexão e de profunda entrega do que temos de melhor em nós mesmos.

Vale a pena conhecê-la, leitor(a) querido(a).Conhecê-la e defendê-la, como sempre fazemos quando identificamos uma boa causa por que lutar.

Vamos dar um basta à especulação inconsequente e aos falsos “bons negócios” que só geram lucros para os poucos de sempre.

Pela vida, pela paz, pela solidariedade e pelo sonho de uma cidade mais humana, vamos dizer em alto e bom som: a Casa de Retiro, não!

Jorge Portugal

Educador e membro do Conselho Nacional de Política Cultural

E-mail: secretaria@jorgeportugal.com.br

Você ja visitou hj o site de turismo mais visitado do nordeste? www.nordesturismo.com.br - Confira!

www.nordesturismo.com.br - Confira!

As eternas lições de ACM




Eu gostava tanto dele. Admirava, ficava verdadeiramente encantada quando conversávamos. Em todas as conversas sempre tirei lições. E semana passada ao assistir “Invictus” me lembrei dele. Quando Mandela estudou sobre cada um dos jogadores que ele foi conhecer. Ele era assim. Assim mesmo, podem acreditar. Certa vez levei um grupo de taquigrafas para falar com ele. Quando chegamos lá todas ficaram encantadas porque ele sabia até quantas palavras uma taquigrafa pegava por minuto. Outra vez levei as meninas da peça Confissões de Adolescente, Ingrid Guimarães, Carol Machado, Gabriela Duarte e Bebel Lobo. Ele sabia quem era a filha de Edu Lobo, a de Regina Duarte, quem escrevia a peça. Sabia tudo. Todas saíram de lá impressionadas. Mas ,entre todas as pessoas que levei pra falar com ele o melhor de todos foi o frentista David. Ele saiu da sala e veio receber David na frente de todos, inclusive na frente do Governador de Sergipe da época que estava lá esperando. David passou na frente todos. Ele já sabia tudo da comunidade que David morava e dos versos que recitava. Ficou cliente do posto de gasolina que David trabalhava.

E ele não está mais aqui. E nunca conheci nenhum político com essa vitalidade permanente, que pulsava em todas as coisas que fazia. Mas deixou uma obra: a Bahia.

Ele sempre será para todas nós que tivemos o privilégio de conviver com ele: ACM meu amor!

Finalizo com:

"Seu passado vive presente, nas experiências contidas,
Nesse coração consciente, da beleza das coisas da vida.
Seu sorriso franco me anima seu conselho certo me ensina,
Beijo suas mãos e lhe digo
Meu querido, meu velho, meu amigo
Eu já lhe falei de tudo,
Mas tudo isso é pouco
Diante do que sinto...
"

Outras lições:

"Fale sempre a verdade quando alguém lhe pedir algo. Explique o que vai tentar fazer, quando e como. Caso não possa atender ao pedido, diga logo que não pode, mas explique o motivo. As pessoas esperam que você se importe, tente, ainda que não consiga." ACM

"Jamais permita que se fale mal de um amigo perto de você. Reaja imediatamente se isso acontecer."ACM


domingo, 27 de junho de 2010

Naõ deixe de visitar: http://www.nordesturismo.com.br/ voce encontra novidades todos os dias

http://www.nordesturismo.com.br/

A Cidade Medieval Mais Bem Preservada do Mundo




Preservar é registrar nossos passos, nosso caminho, nossa história. Valorizando as tradições, Talinn, é cidade medieval mais bem preservada do mundo. É a capital sa Estônia, um pequeno país da ex-União Soviética. Suas ruas e castelos bem conservados são uma volta aos tempos medievais, tornando Tallinn um verdadeiro museu a céu aberto.
O que mais impressiona é que durante toda sua história, Tallinn, conseguiu manter seu estilo, e mais admirável ainda, é que já foi incorporada por diferentes povos. Alemães, dinamarqueses, russos, suíços e soviéticos já bombardearam e invadiram essa pequena cidade mas, mesmo assim, é considerada a mais bem preservada cidade medieval do mundo.
O centro histórico é dividido em duas partes: a All-Linn, parte de baixo, e a Toompea, parte de cima do centro. A primeira é o principal polo turístico da região.
Tallinn não se restringe apenas ao seu passado medieval. Além de existirem boas opções de praias como Kakumäe, Pikakari e Stroomi, a parte moderna da cidade abriga o Kumu Art Museum, considerado o melhor museu europeu em 2008 pelo Conselho Europeu, representado por 47 países. O espaço comporta grande parte da arte estoniana sendo ela contemporânea ou clássica.
Fonte: Agência Andrés Bruzzone Comunicação/Especial p/ Terra

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Bellagio Hotel - Las Vegas



Dentre as várias atrações do Bellagio, se destacam os espectáculos de água e luz que oferece aos turistas, tendo como cenário o lago artificial e a fachada do hotel. O Bellagio ainda apresenta o espetáculo "O" do Cirque du Soleil.

O Rio Jaguaribe e o Aracati/Ceará no: http://www.nordesturismo.com.br/

Conheça mais sobre o Aracati no: http://www.nordesturismo.com.br/

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Aqueles Olhos Azuis





Os olhos azuis mais lindos que já vi. Era uma noite lá na Pituba, no Tony's, em frente ao mar. E eu vi pela primeira vez aqueles olhos azuis. Ele tinha o olhar mais lindo do mundo. E olhava pra mim. E hoje ouvi Rita Lee e me lembrei. Os olhos cor do mar. Porque foi uma época em que Rita Lee cantava "eu fico pensando em nós dois, cada um na sua, perdidos na ciadade nua", da forma mais linda; porque Caetano cantava "menina do anel lua e estrela, raios de sol no céu da cidade" da forma mais linda; porque Baby Consuêlo cantava: "quando o sol se põe vem o farol, iluminar as aguas da Bahia" da forma mais linda; porque Bethânia cantava: "Havia mais que um desejo, a força do beijo, por mais que vadia, não sacia mais" da forma mais linda. Além disso tudo tinha o azul do mar da Pituba que se confundia com seus olhos. Era uma época de juventude quando a vida tem um paladar todo especial, de descoberta, de gosto de mar. Era a época que a e gente era igual a Rita Lee: "Quando a lua apareceu, ninguém sonhava mais do que eu". Uma época de sonhos, a época daqueles olhos azuis.

terça-feira, 22 de junho de 2010

O Nordeste está aqui: http://www.nordesturismo.com.br/

O Nordeste agora tem um site recheado de dicas e matérias de turismo o: http://www.nordesturismo.com.br/
Confira o Nordesturismo lá voce encontra o turismo, o nordeste e e seus encantos.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Eu gosto de Dunga!


Sempre tive uma simpatia por Dunga. Acho ele sério. Como tem que ser um cara com a responsabilidade dele, que é formar uma equipe para jogar no maior evento esportivo do mundo e representar Brasil. Não é uma tarefa nada fácil. Precisa ter olhos de raio x para ver além, ver cada um na sua profundidade. Deve ser um trabalho de observação constante. Fico imaginando como se comporta uma pessoa que tem o peso desses ao assistir um dia ao programa de Adriane Galisteu quando ela recebeu Vampeta, o jornalista e médico Osmar de Oliveira, Maurício, do vôlei e Gilmar Rinaldi, empresário de vários jogadores como Adriano, e ex-jogador. A pauta era: “entender o comportamento de alguns atletas que brilham no esporte, mas não sabem administrar a vida pessoal e se envolvem em muitas polêmicas.” Bem, entre muitas coisas que foram ditas, foi dito que no final de cada jogo tem muita cerveja no vestiário e todos sabem disso. Nada contra cerveja. Uma cervejinha gelada é muito bom. Porém...Ela tem a sua hora. Imagina aí se eu lá no Aracati vi esse programa, claro que Dunga, ou viu, ou alguém contou a ele. Enquanto nomes de atletas se envolvem em polêmicas na vida pessoal e atingem o profissional, existem aqueles que primam e se esforçam em levar uma vida adequada a um atleta. Imagina aí os olhos de Dunga numa hora dessa?
Eu não entendo de futebol, mas meu filho entende tudo e não gosta do estilo Dunga. Convivo com ele e suas opiniões diariamente. Ele gosta tanto de futebol que quando fomos em São Paulo tive duas opções: Estádio do Morumbi ou Estádio do Pacaembu. Sem alternativas fui nos dois e gostei. No Morumbi ficamos no bar do São Paulo, muito bom e no Pacaembu conheci o Museu do Futebol, recomendo os dois a todos.
Bem, quero dizer que mesmo convivendo com o entendimento do meu filho - e é muito - e respeitando sua opinião, ainda gosto do estilo Dunga. No dia da convocação da seleção eu disse: gostei de Dunga, ele foi retado, fez a parte dele. Recebi muitas críticas. Continuo gostando de Dunga, mesmo sendo uma exceção. E hoje vejo que não estou só quando leio esse primoroso artigo do jornalista do jornal o Povo, Plinio Bortolotti:
Concordo em número, gênero e grau. Mesmo sabendo do carão que vou levar do meu filho, Alex!


“Meu artigo publicado na edição desta quinta-feira do O POVO. Estou preparado para levar as pauladas.
Eu simpatizo com Dunga
Plínio Bortolotti
Vou logo avisando. Nada entendo de futebol, não torço para nenhum time, no Brasil ou no exterior. Desconheço a diferença entre um lateral e um volante.
Fico mais indignado quando cai uma criança de um pau-de-arara, que os prefeitos do interior apelidam de “transporte escolar”, do que quando a seleção brasileira de futebol perde uma Copa do Mundo.
Dito isso, quero confessar o seguinte: eu simpatizo com Dunga, o mal falado técnico do scratch canarinho. Apresentam Carlos Caetano Bledorn Verri como um sujeito bronco, sem imaginação: discordo. Dunga é um sobrevivente e os sobreviventes são pragmáticos, mas nem por isso deixam de sonhar – e sonham alto.
Uma das partes pouco divulgadas na entrevista coletiva em que os escolhidos foram dados a conhecer à Nação, foi aquela em que Dunga comparou-se a um escravo, que leva chibatadas nas costas, mas não as sente, pois sua mente está projetada para o futuro, para a liberdade.
Dunga, como Garrincha, nasceu para dar errado. Mané tinha as pernas tortas; o pequeno Carlos, grossas demais para o futebol. A diferença é que Garrincha tinha talento quase sobrenatural, que é uma dádiva. Os deuses do futebol negaram graça igual a Dunga, mas deram-lhe outro dom: a vocação. Um recurso poderoso quando incorporado a sujeito obstinado, que se impõe disciplina férrea em nome do objeto do desejo.
Dunga, nos gramados, foi como aquele soldado no campo de batalha, que corre todos os riscos para o general brilhar nos dias de festa. Enfrentou o fogo cerrado estoicamente – e deu o troco. No comando, sem medo, chama para si toda a responsabilidade.
Todo mundo, até eu, sabe o nome de Robinho, Ganso e Neymar, mas quantos sabem quem são jogadores da linha de defesa do Santos, garantindo que o time não tome dois gols a cada tento que os seus olimpianos marcam?
“Quem cozinhava o banquete das vitórias?”, perguntaria Brecht, “Tantas histórias, quantas perguntas”.

Fonte: http://blog.opovo.com.br/pliniobortolotti/eu-simpatizo-com-dunga/


sexta-feira, 18 de junho de 2010

Obrigada!




Um dos melhores aniversários da minha vida. Digo de coração. Falo daquele sentimento legítimo, verdadeiro, que vem de pessoas legítimas e verdadeiras. Para reconhecermos esse sentimento dentro da gente é preciso antes algumas decepções e algumas dores. Só assim renovamos a alma, clareamos a visão. Tudo vem de forma mais suave e definitiva.
Hoje só tenho que agradecer por tudo. Para limparmos e fortalecer nosso terreno interior é necessário eliminar as ervas daninhas. Aquelas que impedem o nosso crescimento, que só fazem sugar. Aqueles que só entendem a linguagem de levar vantagem. Depois disso vem o renascimento. E ele veio. Cheio de sementes para germinar, de frutos e de flores. Cheio de possibilidades e realizações. Um caminho seguro, límpido, digno. Representado por muita gente querida e principalmente todos os meus alunos. Esse post é um agradecimento especial a todos, ao meu filho, a minha família, aos amigos do coração. Eles que estão todos os dias me ensinando e alegrando a minha vida.
Obrigada, a todos!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Isso é viver: minha amiga, Mara, escreveu pra mim e pediu que colocasse no blog.Pedido atendido!

Quem assistiu a Gilmore Girls sabe da verdadeira amizade de Rory e Lane Kim. E na vida real existe, caríssimos leitores!! Aí: eu e Mara!Rá

Não sou muito chegada a dia de niver! Mas não tem quem não se renda a uma homenagem dessa:

Caçadora de Estrelas da Vida:
Essa é para vc colocar no blog, é minha minúscula homenagem a vc, grande amiga e companheira! Amigo é coisa prá se guardar, no lado esquerdo do peito..., plagiando Milton Nascimento eu quero dizer que guardo vc no meu coração, com muito amor, orgulho, cuidado e carinho. Conhecer vc foi uma experiência unica na minha vida e alias, continua sendo. Vc me surpreende cada vez mais, quando penso que já conheço o bastante para não me espantar, vc me espanta, me espanta, me espanta, é incrível! A todo momento vc cria, vc inova, vc busca, vc descobre, é um furacão, um vulcão sempre em ebulição, numa busca de saber, de conhecer, de investigar, de informar e o que é mais nobre, com o objetivo único de passar todo conhecimento, toda informação para um número cada vez maior de pessoas, não somente para seus amigos, seus alunos, seus blogueiros,mas, principalmente, para quem não tem, as vezes, a oportunidade de acesso aos meios de comunicação. Ela vai, ela fala, ela se movimenta de maneira a levar o seu saber a todos. É na rodoviária, quando vai para Aracati ou qualquer outro lugar, é no onibus, é no caminho para a faculdade, durante todo seu trajeto, ela espalha fagulhas de conhecimento, de orientação turísticas, de alegria de viver, de bom humor, sempre atenta ao que acontece ao seu redor durante sua caminhada, porque... a qualquer momento ela saca uma coisa nova, um novo personagem, uma nova atração turística,que ninquém ainda descobriu, ou melhor, que ninquém viu através dos olhos de Eliane, é sim, porque Eliane tem olhos de RX, ela vê através do oculto, profundo não? Mas essa é a verdade, ela tem o dom de descobrir o encoberto, o escondido e vai lá debaixo de paus e pedras e descobre, desnuda e nos mostra, nos informa, multiplica o conh ecer e o saber. Essa é uma das facetas da minha amiga Eliane, tem outras, ela tem muitas facetas. Nunca conheci na minha vida uma pessoa mais desprendida, mais generosa, mais disponível, mais boa companhia, mas, mas, mas e por aí vai. Eliane é unica e como única é a melhor amiga do mundo! Digo toda hora e mais uma vez, que a minha vida não seria a mesma sem você. Como poderia viver sem nossos papos, sem nossas brigas, sem nossas risadarias, sem nossa cumplicidade, sem o nosso querer bem, apesar da distância, estamos sempre juntas, sabemos que podemos contar uma com a outra, estamos sempre juntas no pensamento e no coração. Já caminhamos tantos caminhos, já tropeçamos em tantas pedras, já caimos várias vezes e sempre levantamos e sacudimos a poeira, mais fortes e mais sabidas, isso é o que vale! Obrigado amiga por me deixar participar da sua vida, das suas vitórias, das suas conquistas e das suas dores! Parabéns pelo dia de hoje e continue sempre sendo essa pessoa que você é, se melhorar estraga, viu? Continue caçando estrelas do saber, do conhecer, estrelas da vida e jogue sobre nós, para que possamos aproveitar desse privilégio que é compartilhar com você La Dolce Vita! Te amo!
Mara

terça-feira, 15 de junho de 2010

Países Pequenos

Granada: 344 km2
Malta: 316 km2
Ilhas Maldivas: 298 km2
San Marino: 61 km2
Tuvalu: 26 km2
Mônaco: 2 km2
Vaticano: 0,44 km2

Apesar de terem tamanho menor do que muitas cidades do Brasil, algumas pequenas nações são independentes e possuem bandeira, hino nacional e símbolos próprios.

Apesar de pequeninos, eles oferecem diversos atrações aos visitantes. Alguns têm praias paradisíacas, outros possuem montanhas, uns têm monumentos históricos. Confira o que esses países têm de interessante além do tamanho.


O Vaticano: local de residência do Papa, é o menor de todos os estados independentes, apesar de não ser reconhecido como país pela Organização das Nações Unidas (ONU). Encravado na capital italiana e cercado por altas muralhas, ele encanta até os ateus mais empedernidos.

A Grande Basílica de São Pedro emociona admiradores da arte com o edifício projetado e adornado por grandes nomes da Renascença, como Michelangelo, Rafael e Giacomo della Porta. Os palácios papais, onde está situada a residência do Papa Bento 16, abrigam a Capela Sistina e o variado acervo dos Museus do Vaticano. Mesmo pequenino, um dia é insuficiente para quem deseja apreciar as preciosidades do local.

Monaco: Localizado na Riviera Francesa, entre a França e a Itália, o pequeno principado da princesa-diva Grace Kelly é conhecido por seu glamour, verões ensolarados e prédios cintilantes. Na capital, o famoso cassino atrai apostadores endinheirados. O chique e ensolarado destino tem belos jardins públicos, restaurantes cosmopolitas e arquitetura da Belle Époque.

No topo do penhasco, o Museu Oceanográfico, que já foi dirigido por Jacques Cousteau, possui uma notável coleção de animais marinhos e ossadas de baleias. Fãs de esportes também passam uma temporada por aqui. O país da família real Grimaldi sedia uma das etapas do Prêmio de Fórmula 1, torneio de tênis, entre outros eventos esportivos.

Nauru: A pequena Nauru, uma ilha em formato de batata no Oceano Pacífico, se tornou independente em 1968. A nação já esteve entre as mais ricas do mundo, graças aos abundantes depósitos de fostato. Hoje, o minério está praticamente esgotado e as minas abandonadas. Por esse motivo, o país sofre com o desemprego e depende de ajuda internacional.

Apesar das dificuldades, Nauru guarda atrativos que explicam o apelido de Pleasant Island (Ilha Agradável). Possui um mar de águas claras e corais intocados, com bons pontos para mergulho, além de praias de areias brancas para os banhistas. Seu interior, no entanto, é bastante seco e escarpado, como um deserto de pilares de pedra, resquício das minas do fosfato.

Tuvalu: Formado por nove pequenas ilhas no Oceano Pacífico, entre o Havaí e a Austrália, Tuvalu ganhou independência do Reino Unido em 1978. Na ensolarada nação, coqueiros cobrem a maior parte do território. A principal ilha é Funafuti, com uma largura de apenas 20 metros nas partes mais estreitas e de 300 a 400 metros nas mais largas. Ela circunda uma grande lagoa, onde os turistas podem mergulhar e apreciar o belo pôr do sol.

Nos últimos anos, Tuvalu tem chamado a atenção da mídia, pois corre o risco de desaparecer. Com o aumento do nível do mar, causado pelo aquecimento global, o pequeno país pode acabar submerso, já que os pontos mais altos das ilhas não passam dos cinco metros de altura.

San Marino:Localizado no meio da Itália, este pequeno país tem como principal renda o turismo. Seu território é composto de nove cidadelas, incluindo a capital homônima. A cidade de San Marino foi erguida no topo do Monte Titano, cercada pelas muralhas e fortalezas.

Famosa por sediar um dos circuitos de Fórmula 1, San Marino possui monumentos arquitetônicos históricos, museus, belas praias e uma atmosfera amigável. Os restaurantes e cafés atendem as hordas de turistas que chegam todos os dias.

Um dos principais atrativos do lugar, no entanto, são as compras. As muitas lojinhas e os shopping centers não cobram impostos dos estrangeiros. Destaque para a venda de selos e moedas para colecionadores.

Ilhas Maldivas: A bela Maldivas é um verdadeiro paraíso tropical no meio do Oceano Índico, no Sudeste Asiático. São 1.190 ilhas divididas em 26 atóis. Com águas azul-turquesa, praias de areia branquinha e megaresorts, a pequena nação se tornou um local bastante atraente para casais em lua-de-mel. E, quem visita a região, não fica sem ter o que fazer. Dá para passear de barco e ver golfinhos, mergulhar nas águas transparentes e surfar.

O povo é amigável e hospitaleiro. Se você ficou interessado, é bom não demorar para visitar as Maldivas. Elas correm o risco de desaparecer por conta do aumento do nível do mar causado pelo aquecimento global.

Malta: As três ilhas que formam o arquipélago de Malta, no centro do Mar Mediterrâneo, são pequenas no tamanho, mas abrigam uma população de mais de 400 mil pessoas. É o menor e mais povoado país da União Europeia. E, como pouquíssimos países do velho continente, consegue combinar, em seu território, história, arquitetura e praias. Possui também uma cultura rica, com influência do Norte da África e dos árabes.

Com mais de sete mil anos de história, em um passeio por suas vilas e cidades descobre-se templos pré-históricos, catedrais renascentistas e arquitetura barroca na capital Valleta. Além disso, também é possível assistir aos mais diferentes festivais. Um país antigo, intrigante e envolvente onde coloridos barcos de pescadores dividem a atenção com diferentes modelos de Ferraris.

Granada: O aroma de baunilha, nós moscada e canela recebe os visitantes que pisam em Granada, a “Ilha das Especiarias”. Localizada no leste do mar do Caribe, a nação é formado pela ilha homônina e por duas ilhas menores. Com belezas naturais que só os países caribenhos conseguem ter, Granada possui relevo montanhoso, coberto por uma densa floresta com lagos vulcânicos e quedas d’água. Quem quiser aproveitar as belas praias, irá encontrar uma temperatura em torno de 30ºC o ano todo.

A capital Saint George, na ilha de Granada, possui um dos portos mais charmoso do Caribe e uma aparência única de construções de pedra, fortes e casas coloridas. Quem quiser mais sossego pode se hospedar nas ilhas de Carriacou e Pequena Martinica.

Fonte: http://turismo.ig.com.br/destinos_internacionais/

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Como conseguir uma reserva no El Bulli?




A gente fala, fala, fala do El Bulli mas… e a comida? Que cara tem? Pouquíssimas pessoas podem responder essa pergunta. Isso porque o El Bulli só abre durante os cinco meses do verão europeu. E como a demanda é enorme e só há 50 lugares, a disputa por cada mesa é feroz. Os fãs de Ferran criaram até um fórum virtual onde trocam figurinhas sobre as melhores táticas para conseguir uma reserva. As probabilidades são ínfimas. O restaurante diz que recebe cerca de 500 mil pedidos de reserva por ano – e só pode servir cerca de 7.500 pessoas durante cada estação. Ou seja: para cada 100 pessoas que querem comer no El Bulli, uma ou duas conseguem e as outras ficam a ver navios.

Funciona assim: a cada ano, o restaurante anuncia, no site, a data exata em que começam a aceitar reservas para o ano seguinte, geralmente no final de outubro. Nesse dia, a partir da meia noite horário da Espanha, os gourmands mais afoitos mandam seus e-mails pedindo mesa. Quem espera para pedir mesa um dia depois, dança. Conforme os pedidos vão sendo analisados nas semanas seguintes, o restaurante começa o longo processo de responder sim ou não para todo esse mundaréu de gente. Alguns azarados tentam ano após ano e não conseguem, como o pobre internauta novaiorquino que escreveu no fórum virtual ” Está chegando o meio de outubro. Alguém pode me aconselhar? Faz muitos anos que eu entro nesse jogo pra perder, e estou começando a me desesperar.”

Simples assim. Os pedidos entram em outubro, as respostas são emitidas em novembro, e em uma semana o restaurante preenche cada lugar de cada jantar do verão seguinte. Com incríveis cinco meses de antecedência.

O restaurante El Bulli, do famoso chef espanhol Ferrán Adriá, foi eleito pelo quarto ano consecutivo o melhor restaurante do mundo.

Não possui um cardápio, pois o chef Adriá apresenta de 20 a 30 iguarias para cada cliente, com regras específicas para degustar. Uma mordida, duas mordidas, com um gole de vinho e com que talheres. Sopas sólidas, raviólis que explodem com recheio líquido, gelatinas quentes, sorvete salgado entre outros, aguçam os paladares.

Adriá faz da culinária um laboratório de física experimentando ingredientes com o auxílio de nitrogênio líquido, maçaricos, spray, misturando cores, aromas, texturas e sons.


Fonte: http://viajeaqui.abril.com.br/blog/boa-vida/50-melhores-restaurantes-do-mundo

www.almanaqueestacao.com.br





domingo, 13 de junho de 2010

Pensamento do Dia


"É que sou de casa, dos meus amores, dos ventos que fazem música nas folhas dos eucaliptos.
Sou do café quente, da rotina doce, do meu Brasil."


Adoro minha rotina de casa. Não troco por nada! E minha amiga, Solange Maia, sabe expressar meus sentimentos de uma maneira tão perfeita que parece que nos conhecemos. Por equanto só virtualmente. Ela é a dona de um dos blog' que mais amo! Me identifico muito com tudo que ela escreve.

Fonte: http://eucaliptosnajanela.blogspot.com/ é ele, minha gente!! Um dos blog's que amo!

Hoje é o Dia de Santo Antônio!




O QUE SERIA DE MIM, MEU DEUS, SEM A FÉ EM ANTÔNIO?
Os Antônio's da minha vida
Antônio de Antônio Jairo, meu pai
Antônio de Antônio Carlos Magalhães, que tenho uma saudade eterna
Antônio de todos os Antônio's do mundo
E Antônio dele, o padroeiro dos pobres

RESPONSÓRIO DE SANTO ANTÔNIO
Se milagres desejais,
Recorrei a Santo Antônio;
Vereis fugir o demônio
E as tentações infernais.
Recupera-se o perdido,
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.
Todos os males humanos
Se moderam, se retiram,
Digam-no aqueles que o viram,
E digam-no os paduanos.
Repete-se: - Recupera-se o perdido...
Pela sua intercessão
Foge a peste, o erro, a morte,
O fraco torna-se forte
E torna-se o enfermo são.
Repete-se: - Recupera-se o perdido...
Glória ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo
Repete-se: - Recupera-se o perdido...
V: Rogai por nós, bem-aventurado Antônio.
R: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Leitura para alimentar a alma


"Caminhadas matinais me fazem muito bem. Gosto mais dos locais abertos. O calçadão, a areia da praia, as praças - a dos Eucaliptos é a minha preferida. Sentir a brisa no rosto, o sol, a vida..."
Continua no: http://chrisconta.blogspot.com/

sábado, 12 de junho de 2010

O turismo precisa de muitos Bismarck’s






A coisa mais comum no turismo - falo da atividade turística enquanto profissão – são pessoas de fora acharem que é só diversão. Aliás, vou mais longe, algumas pessoas de dentro da área,encaram o turismo como uma eterna festa.

O resultado está exposto, está aí, visto na perda de identidade, na desvalorização da cultura, na entrada de drogas, no desgaste do meio ambiente, na exploração sexual. Entre outras tantas mazelas.

Já passou da hora de abandonarmos velhos hábitos, aqueles empoeirados, que deixam marcas. O turismo é cheio de cicatrizes. Eu não quero que elas sarem, não quero que elas deixem de doer. Elas representam um alerta. Precisam toda hora estar ali doendo, sangrando, para nos lembrarmos que o turismo vai além das comissões, do lado material.

O turismo é gente, é humano, é regar, é cultivar. Sempre.

Na última sexta-feira, dia 11/o5/2010, tive uma grande lição. Fui com alguns alunos dos cursos de administração e turismo da Faculdade Vale do Jaguaribe – FVJ, para a inauguração da iluminação da praia de Majorlândia.

A obra fala por si, uma obra voltada para os turistas e para a comunidade, como tem que ser.

Mas, o ponto alto da inauguração foi o Secretario de Turismo, Bismarck Maia. Eu e meus alunos não temos palavras para agradecer a atenção com que fomos recebidos. O Secretario na sua fala deu lições, como por exemplo, a importância da capacitação não só para os funcionários, sobretudo, para os donos de estabelecimentos. Vimos nas palavras do Secretario o sentido de unidade, de movimento, de harmonia de conjunto. É assim que o turismo deve caminhar.

Vimos mais ainda no Secretario Bismarck, vimos que sabe fazer uma das coisas mais raras e difíceis no universo político que é: saber cultivar pessoas.

É raro, é bonito, é gratificante, é elegante.

Quando saímos chegamos as seguintes conclusões: o secretario faz parte da espécie mais rara do planeta que são os gentlemen e o turismo precisa de muitos Bismarck’s. Que sorte a nossa, ele está aqui no Ceará!

Obrigada, secretário!